Debate pouco produtivo

Como era de se esperar, o debate foi um verdadeiro tiroteio entre os candidatos Arnaldo Vianna (PDT) e Rosinha (PMDB). Ela usou boa parte de seu tempo para lembrar que Vianna não teve os votos contabilizados no primeiro turno e que concorrerá, novamente, sem o registro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). E ele se defendeu, dizendo que seus votos terão validade, e atacou Rosinha relembrando fatos de quando ela era governadora do Estado do Rio de Janeiro - especialmente citando os ex-assessores Silveirinha e Álvaro Lins e resgatando o caso da repressão da Polícia Militar a profissionais da educação. Em resumo: propostas de governo, mesmo, praticamente não foram apresentadas nem de um lado, nem de outro.

1 comentários:

Gervásio Neto disse...

A noite chuvosa não foi suficiente para me fazer ficar em frente à Tv vendo este debate. E pelo que vejo nos blogs amigos, fiz a melhor opção.
O pouco que vi foi baixaria. E não queria terminar o domingo assim.
Grande abraço desse leitor diário do blog!!!

ah...ia me esquecendo....voto nulo!!!!!!!!!!