Aperibeense, heróico, empata e segue vivo

Independentemente do que acontecer daqui para a frente, um fato é certo: o Aperibeense, da pacata Aperibé, no Noroeste Fluminense, fez uma campanha heróica no Campeonato Estadual da Segunda Divisão. Com muitos jogadores relegados por outros clube mais tradicionais da região, foi passando de fase, quase imperceptível, até chegar ao quadrangular final. Aí veio outro drama: os salários dois meses em atraso. Mesmo assim, derrotou os favoritíssimos Olaria e Bangu em seu estádio. No último fim de semana sofreu as agruras enfrentadas por outros "pequenos" em situações decisivas: teve a arbitragem como adversária principal. Perdeu o jogo, mas não a dignidade. Hoje, quarta-feira, dia 12 de novembro, em frangalhos, o Aperibeense, sem cinco titulares, encarou o Tigres a 300 quilômetros de casa em um jogo que tinha o mando de campo. Perdeu o direito de atuar diante da torcida justamente por não ter quitado uma dívida junto à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. Mas ter o confronto transferido quase para os domínios do outro time? É demais. Só que novamente os guerreiros do "Gigante da Beira Linha", como é conhecido entre seus poucos mas fanáticos torcedores, não se entregaram. Estavam perdendo o jogo e a chance de manter vivo o sonho da classificação para a elite até os 43 minutos do segundo tempo. Foi quando Fábio Tosca, veterano atacante, descolou o golzinho salvador. O empate leva a definição das duas vagas para a Primeira Divisão para o próximo fim de semana. O Aperibeense está em terceiro, com sete pontos. Um a menos que o Tigres e a três do líder Bangu, seu adversário, novamente longe. Aconteça o que acontecer, para mim a Segundona tem um campeão: o Aperibeense. Um campeão que superou todas as dificuldades para chegar na última rodada ainda com possibilidades de subir para a Primeira Divisão. Um feito histórico de um clube onde o goleiro (Zé Romário) também é o vice-presidente. Valeu, Aperibeense, por mostrar que vale o velho ditado: "lutar sempre; desistir, jamais".

2 comentários:

Gervásio Neto disse...

Muito bacana!!!
Estava neste momento vendo uma reportagem no melhor canal de esportes do Brasil, a ESPN Brasil, sobre o jogo Bangu 2 X 1 Olaria. Estou na torcida!!!!

Gustavo Rangel disse...

É isso aí neto e álvaro. Vamos torcer para o Aperibeense mas acho muito difícil a classificação. Não pelo time, mas pela famigerada FFERJ.