Show de transmissão da Rádio Plataforma

Pode ser considerada como excelente a transmissão feita pela Web Rádio Plataforma agora há pouco do Maracanã. O locutor esportivo Arnaldo Garcia, o comentarista Rodrigo Mota e o repórter Evaldo Queiroz levaram para os ouvites todas as emoções do clássico Flamengo 1x0 Botafogo, pela 34ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que esta foi uma iniciativa inédita, já que é a primeira vez que uma emissora eminentemente da internet da região transmite de forma exclusiva uma partida de futebol. O som estava nítido, sem qualquer interferência. Parabéns à equipe e ao diretor da Plataforma, Antunis Clayton, pelo pioneirismo. Ah, para acessar a rádio, o endereço é www.radioplataforma.com

2 comentários:

Craques da Bola disse...

ENGENHÃO, POR QUE NÃO?

Um clássico com 20.881 pagantes (metadade da capacidade do Engenhão), com dois times vivendo os seus momentos mais fracos na competição fizeram um jogo sofrível, salvo por um pênalti no finalzinho, o que fez lembrar um pouco (bem pouquinho), os outros memoráveis clássicos do dois últimos anos.

Porém não irei comentar o jogo em si, e sim o motivo de leva-lo ao Maracanã e não ao Engenhão como houvera pedido o mandante Botafogo.

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

O Engenhão é menor – Repito o público no Maracanã foi a metade do Engenhão

Violência – Poucos casos de conflito entre torcedores foram registrados ontem pela Polícia Militar, Não houve qualquer ocorrência além dos casos rotineiros em dias de clássicos.

O trânsito – Nos arredores do Maracanã fluiu muito bem, dando a entender que esse ponto não seria problema caso a partida fosse em Engenho de Dentro.

Renda – A renda no Maracanã é maior, em compensação as despesas também são.

E ainda tem mais, o problema de segurança independe de local, onde a partida será realizada.

Exemplo verídico: Três carros foram roubados em um arrastão na esquina da Avenida Maracanã, duas horas antes do clássico (as pessoas já estavam chegando), alguns bandidos com fuzis e pistolas, destacando ainda que dos três motoristas assaltados, dois eram policias militares. Um carro destes até já foi recuperado, o caso está na 19°DP (Tijuca).

O mais moderno estádio do Brasil (Engenhão), não pode realizar clássicos, por falta de segurança, o que atesta a incompetência de nossa segurança, mas tenho certeza, quando o Maracanã sofrer as obras para a Copa de 2014, o estádio João Havelange servirá para algo.

Forte abraço.

Granger Ferreira

A coluna ESPORTIVIDADE, sai todas as segundas no www.equipecraquesdabola.blogspot.com

Antunis Clayton disse...

Grato pela força. Importante é cada passo no sentido ampliar os horizontes da universo da comunicação esportiva.