Sem camisa, não senhor!

Foto: Álvaro Marcos
Anda fazendo frio ultimamente. Depois de cinco, seis da tarde, então, a temperatura despenca. Hora de se agasalhar. Para a maioria. Não para todos. Tem gente que prefere apenas um shortinho básico. O problema, às vezes, é entrar em certos estabelecimentos como este supermercado de Campos registrado aí na foto, onde o cartaz deixa recado bem claro. Nele não o consumidor não pode fazer suas compras sem a total vestimenta. Resta cruzar os braços, esperando talvez pelo famoso "jeitinho brasileiro". Ou lamentando a nudez cintura acima mesmo à noite e em pleno inverno.

6 comentários:

Marcelo Bessa Cabral disse...

Entrar em supermercado sem camisa é muita falta de educação.

Julião disse...

Entrar em qualquer lugar sem camisa é falta de educação. Parabéns ao supermercado por livrar seus clientes deste ignorante. Bom seria se todos os estabelecimentos comerciais seguissem o exemplo.

Anônimo disse...

o problema é que ele é gordo e parece um gorila AHAHHAHA

Anônimo disse...

Não consigo entender qual o direito que as pessoas acham que têm sobre a maneira de se apresentar das outras. Por mim, você pode estar pelado, vestindo uma fantasia de ET ou de Carmem Miranda, desde que não me incomode. Está na hora da sociedade respeitar o direito fundamental de seus integrantes de fazerem o que quiserem, contando que não incomodem de fato os demais. E, qdo digo de fato, refiro-me a incômodos alheios a questões puramente culturais. Veja-se o caso em questão: na praia, num parque não incomoda, por que no super sim? Educação não tem nada a ver com isso. Prefiro um descamisado que respeite a fila, não deixe seu carrinho no meio do caminho, nem deixe seu filhinho solto a derrubar tudo que vê pela frente do que outro com um terninho como do Marcelo Cabral que faça qualquer uma dessas coisas. E não são poucos...

Anonimo disse...

Mas perai sim a pessoa anda como quer, mas imagine o seguinte vc sendo mulher tem um mercado um homem entra sem camisa é falta de respeito sim..

Israel Freitas Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.